sábado, 25 de abril de 2009

POLA NEGRI
















Nascida Barbara Appolonia Chalupec em Yanova, Polônia, no dia 31 de dezembro de 1894e falecida no Texas, EUA, no dia 01 de agosto de 1987, Pola Negri foi uma atriz de cinema.
Pola foi a primeira atriz européia a ser levada para a América e a fazer sucesso. Após conquistar atenção pelos seus trabalhos em "Carmen", em 1918 e em "Madame Dubary" em 1919, ambos realizados na Alemanha, Pola Negri foi para Hollywood em 1921 com o diretor Ernest Lubitsch, que a tinha dirigido nos dois filmes.
Contratada pela Paramount, trabalhou nas películas Bella Donna ("A Bela Diana")e "Beijos que se vendem", dirigidos por George Fitzmaurice. Ela foi uma das heroínas do cinema mudo e nas telas era considerada uma vamp, que levava os homens que se aproximavam dela ao perigo e ao pecado.
Na década de 30, Pola Negri voltou à Europa, onde interpretou Mazurka (1935), na Alemanha, de Willi Forst. Às vésperas da queda da França, em 1940, na Segunda Guerra Mundial, voltou aos Estados Unidos.
Na vida sentimental, nunca negou que teve romances com Rodolfo Valentino e Charles Chaplin.
Oficialmente, foi casada duas vezes: a primeira com o Conde Eugene Dambski (1919 a 1922) e depois com o príncipe Serge Mdivani (1927 a 1931) mas não teve filhos.
Passou os últimos vinte e cinco anos de sua vida totalmente distante do mundo artístico em sua residência no Texas e faleceu aos 92 anos vítima de uma pneumonia.

6 comentários:

rocky disse...

Nunca assisti aos filmes de POLA NEGRI. Ela deveria ter sido a estrela de "Sunset Boulevard", mas o papel foi dado a Gloria Swanson, que se mostrou insuperável.
Hitler foi apaixonado por POLA NEGRI. o que teria acontecido ao mundo se tivessem se casado e vivido felizes para sempre?

Gene Eliza Tierney disse...

Não conhecia esta história da Pola com Hitler, obrigada pelo comentário!

Fanzine Episódio Cultural disse...

COMO PARTICIPAR NAS EDIÇÕES DO EPISÓDIO CULTURAL?
O Fanzine Episódio Cultural é um jornal bimestral sem fins lucrativos, distribuído gratuitamente no sul de Minas Gerais, São Paulo (capital), Salvador-BA e Rio de Janeiro. Para participar basta enviar um artigo sobre esporte, moda, sociedade, curiosidades, artesanato, artes plásticas, turismo, biografias, livros, curiosidades, folclore, saúde, Teatro, cinema, revistas, fanzines, música, fotografia, mini contos, poemas, etc.
Contato: Carlos (editor)
(35) 3295-6106
(35) 8833-9255
machadocultural@gmail.com
http://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com
Facebook: http://www.facebook.com/profile.php?id=1464676950&ref=profile

Rogerio Pires disse...

Rubens Ewald Filho fez um comentário que faltou a esta biografia.Os atores e atrizes pioneiros do cimena mudo,em geral eram europeus.Com a invenção do cinema falado,estes artistas, como Pola Negri perderam espaço por dois motivos básicos:
1ºEstes artistas desenvolveram aptidões corporais e não vocais.
2ºOs norte-americanos daquele tempo eram muito etnocêntricos,não aceitavam pessoas com sotaques diversos.

Marcela Queiroz disse...

http://atrizes-classicas.blogspot.com.br/
ola sigam meu blog um abraço

Anônimo disse...

Ela tem uma expressao estranhamente bela e enigmatca!!!achei ela parecida com a atriz que eu me esqueci o nome agora,que tinha um rosto enigmatico e viveu reclusa nos seus ultimos anos de vida!!gostei muito do blog,tenha muita sorte e sucesso!!MArcos PUnch SEgarus.