sábado, 4 de abril de 2009

LILLIAN GISH
















Nascida Lillian Diana de Guiche em Springfield, Ohio, no dia 14 de outubro de 1893 e falecida em Nova York, no dia 27 de Fevereiro de 1993, Lillian Gish foi uma atriz americana, a favorita do cineasta David W. Griffith, com quem faria em 1915 "O Nascimento de uma Nação", de um total de 40 películas. Em 1916, participou de "Intolerância" (Intolerance), do mesmo diretor. Símbolo da beleza frágil das
heroínas dos filmes de então, estreou nas telas em 1912 e tornou-se conhecida como a primeira-dama do cinema mudo. Impôs um estilo de representação baseado em gestos e olhares delicados, rompendo com a teatralidade forçada da maioria dos atores da época silenciosa. Gish abandonou o cinema em 1928, com o advento do som, e foi para a Broadway. Participou das montagens de Tio Vanya, Hamlet, Romeu e Julieta e The Family Reunion. Lillian voltaria às telas em 1946, em "Duelo ao Sol".
A atriz iniciou no teatro aos cinco anos, com a peça In Convict's Stripes,
tornando-se artista infantil ao lado da irmã mais nova, Dorothy, que faleceu em
1968. Seu trabalho artístico numa idade tão precoce significou razoável auxílio
financeiro para a frágil situação econômica da família, na época abandonadas pelo pai. A partir de Hollywood, as irmãs Gish tornaram-se representantes legítimas do folclore americano de então. O primeiro filme de ambas foi "O Inimigo Invisível (An Unseen Enemy, 1912). Lillian foi uma das primeiras mulheres a dirigir filmes, com Remodeling Her Husband (1920), no qual a irmã atuou. Em 1971, recebeu um Oscar honorário da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, por sua destacada contribuição para a arte do cinema. Lillian chegou a apresentar-se na televisão no programa de Alfred Hitchcock e em alguns filmes. Nunca chegou a casar-se, tendo escrito a autobiografia em 1968 e mais outros três livros sobre sua vida. Lillian Gish faleceu aos 96 anos, 27 de fevereiro de 1993, de falência cardíaca.

Um comentário:

Breno Hynnis disse...

Além de sua delicada beleza, de seu talento fora do comum, de sua entrega quase louca às personagens que interpretava, Lilian Gish se distingue pelo fato de que sua trajetória se funde com a do próprio cinema.A Sétima Arte e Lilian Gish são indissociáveis.