quarta-feira, 12 de novembro de 2008

AVA GARDNER































Nascida Ava Lavinia Gardner na Carolina do Norte em 24 de dezembro de 1922 e falecida em 25 de janeiro de 1990, Ava Gardner foi uma atriz norte-americana do cinema clássico, considerada uma das atrizes mais belas da história do cinema, foi uma das grande estrelas do século XX, é um dos mitos da sétima arte e está entre as 50 maiores lendas do cinema da lista do AFI. Conhecida por sua exuberante e fotogênica beleza, frequentemente lembrada como: "o animal mais belo do mundo"
Ava teve seis irmãos: Raymond (que morreu, aos dois anos de idade, de uma forma trágica, quando sua mãe, Molly, jogou no fogo, por engano, um detonador de dinamite que explodiu em seguida), Melvin e as irmãs Beatrice, Elsie Mae, Inez, e Myra. Seu cunhado Larry Tarr era fotógrafo em Nova Iorque e encheu suas vitrines com fotos de Ava Gardner, então com 16 anos de idade. Uma dessas fotos foi vista por um funcionário da Metro Goldwyn Mayer, Barney Duhan que aconselhou Larry Tarr a encaminhar fotos de sua cunhada para a Metro. O diretor George Sidney gostou do que viu e convidou-a para Hollywood, onde desembarcou a 23 de agosto de 1941. Conseguiu um teste e um pequeno contrato com a produtora a 50 dólares por semana. Foi também modelo da agência nova-iorquina de John Powers. Estudou com professores de dicção a fim de perder o forte sotaque sulino e estreou numa pequena aparição em um filme de Norma Shearer, " We Were Dancing" de 1942 e a partir daí fez uma série de pontas em filmes em que seu nome nem sequer aparecia nos letreiros.
Em 1941, Mickey Rooney era o pequeno rei dos estúdios da Metro: fazia um musical chamado " Babes On Broadway", no qual imitava Carmen Miranda, de baiana e maquiagem exagerada. Ava Gardner foi-lhe apresentada nesse dia. Casaram-se em 10 de janeiro de 1942, divorciando-se um ano depois, após uma série de brigas, em 21 de maio de 1943 (no mesmo dia em qua a mãe de Ava faleceu).
Seu segundo casamento deu-se em 17 de outubro de 1945, com o músico, compositor e regente Artie Shaw, homem extremamente culto e inteligente, que tentou fazer dela uma erudita, "inundando" sua vida com obras literárias clássicas e famosas. Esse casamento também não deu certo durando apenas um ano e sete dias.
Seu último casamento foi com o célebre cantor Frank Sinatra (dizem que Ava foi o grande amor da sua vida), em 7 de novembro de 1951 e durou dois anos, embora a separação oficial só ocorresse em 1957. Ela nunca teve filhos e nem se casou mais, embora tenha mantido um romance com o toureiro Luis Dominguin por alguns anos.
Para o cineasta Cecil B. De Mille, Ava era "a mulher mais linda do mundo". Nos estúdios ela era definida como possuidora de um olhar de gata, por isso o poeta Jean Cocteau a definiu como o "mais belo animal do mundo".
Quando começou a ficar doente nos anos 80, Ava teve dois derrames, sofria de enfisema e pegou 'lupus' e acabou falecendo de pneumonia aos 67 anos.

2 comentários:

Roderick Verden disse...

O que mais falar sobre Ava Gardner? É uma unanimidade, o que prova que Nelson Rodrigues estava errado... Ótimo texto e belíssimas fotos, principalmente a que Ava mostra suas coxas. Fotos bem melhores do que as que postei no Beldades do Cinema. One more time, prolfaças!

Gene Eliza Tierney disse...

Obrigada querido Roderick, mas não foi fácil ter o acervo que eu tenho, devo ter mais de 10.000 fotos e estou vasculhando os sites para buscar fotos inéditas, é difícil mas ao mesmo tempo prazeiroso. Ava foi uma mulher linda, até seu nome é lindo! Dizem que Frank Sinatra ia diariamente ao túmulo dela, logo que ela morreu...já que ele também faleceu, aposto que os dois estão se amando no Olimpo!