terça-feira, 20 de janeiro de 2009

DOROTHY DANDRIDGE


























Dorothy Jean Dandridge nasceu em Cleveland, no dia 9 de novembro de 1922 – e faleceu em West Hollywood, no dia 8 de setembro de 1965), foi uma atriz e cantora americana.
Foi a primeira atriz de origem africana a ser indicada ao Oscar de melhor atriz. Também foi a primeira mulher negra a aparecer na capa da revista Life, a concorrer ao Oscar na categoria de Atriz Principal e a se apresentar no Waldorf-Astoria Hotel.
Dandridge se casou com o dançarino Harold Nicholas em 1942 e teve somente uma filha, Harolyn Suzanne Nicholas, esta nasceu com problemas no cérebro e o casal se divorciou em 1951.
Em 1959, Dandridge se casou com Jack Denison e se divorciou mais tarde devido a abuso doméstico e problemas financeiros. Nesta época, ela descobriu estar devendo cerca de 139.000 mil dólares em taxas. Tal fato a fez vender sua casa em Hollywood e colocar sua filha numa Instituição para crianças com problemas mentais, daí Dorothy foi morar na California. Sozinha e sem trabalho ela entrou em colapso. Em Setembro de 1965, estava agendada uma apresentação em um nightclub e algumas horas após conversar com seu amigo Gerry Branton, Dandridge foi encontrada morta pelo seu agente, vítima de overdose acidental de Imipramine, um anti-depressivo. Ela tinha apenas 42 anos de idade.
Dorothy foi cremada e suas cinzas jogadas no Mausoléu da Liberdade em Glendale, na California. Por sua contribuição e legado à indústria cinematográfica, Dandridge tem uma Estrela na Calçada da Fama.

Indicações a prêmios
BAFTA Film Awards - 1956: Melhor atriz estrangeira por Carmen Jones
Globo de Ouro - 1960: Melhor atriz num filme comédia ou musical por Porgy and Bess
Oscar- 1955: Melhor atriz principal por Carmen Jones

3 comentários:

Roderick Verden disse...

Muito triste a história dela

Fernanda disse...

tem um filme contando essa história, estrelado pela hale berry...
infelizmente muitas das divas do cinema antigo tiveram uma vida atribulada e um final triste!

rocky disse...

"Carmen jones", um filme polêmico, estrelado apenas por atores negros, com Dorothy Dandridge sensacional dublando a "Habanera". Outro filme seu polêmico foi "Island in the Sun", explorando amores interraciais.
Rocky