quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

DIANA DORS



































Diana Dors nasceu em 23 de outubro de 1931 e faleceu em 04 de maio de 1984, foi a primeira 'sex symbol' Inglesa. Seu nome verdadeiro era Diana Mary Fluck, teve significante carreira como atriz, embora seus últimos trabalhos beirassem a pornografia leve. Ela fez tanto sucesso na Inglaterra que foi a mais jovem pessoa registrada que comprou um Rolls Royce! Embora nunca tenha conseguido o mesmo sucesso em Hollywood, ela será eternamente lembrada por ter sido a primeira 'bombshell' inglesa. Sua boca carnuda, seu corpo perfeito, que nos últimos anos ganhou vários quilos a mais e seus cabelos loiríssimos jamais serão esquecidos!
Curiosamente, ao ser convidada para um programa na TV britânica em 1977, ela comentou o destino trágico das loiras platinadas de Hollywood, como Jean Harlow, Jayne Mansfield e Marilyn Monroe e que com ela seria diferente, ela seria que nem a Mae West, viveria muitos e muitos anos...mas, infelizmente em 1984, o câncer de ovário apagou a sua estrela precocemente, com apenas 52 anos de idade. Foi casada 3 vezes, teve 3 filhos e 4 netos.
Outras curiosidades: Diana Dors apareceu na capa do disco Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band dos Beatles nos anos 60 e em 1995, numa compilação dos Smiths, Singles e também num disco do Morrisey (vocalista do grupo inglês, The Smiths).
Também apareceu em 1981 no vídeo clipe "Prince Charming" dos Adam and the Ants.
Penso que junto à Jean Harlow, Jayne Mansfield, Marilyn Monroe, Diana Dors formou a santíssima quadrindade das loiras platinadas do cinema!

5 comentários:

Roderick Verden disse...

Essa você já postou no meu humilde blog, agora posta no seu também humilde blog, não é, Gene? Muito bonita!!

Chagasland disse...

Em 1970 ela apareceu já bastante gorda em um papel de guardadora de uma casa de banhos ou baheiro público em "Deep End" do cineasta polonês Jerzy Skolimowski. O filme virou cult e revelou uma ex-bomshell totalmente decadente. Que pena...

Gene Eliza Tierney disse...

Mesmo acima do peso, ela continuava linda, na minha humilde opinião!

wild disse...

Eu sou da Inglaterra, quando eu tive 12 anos ela abrou um posto de gasolina perto mimha casa. Sim ela era gorda, mas eu nuncar vou esquerer o pele, o sorriso e o cor delas.

José disse...

Há um filme de Carol Reed, intitulado "A Rua da Esperança", que se tornou um clássico, tem uma fotografia exuberate e traz Diana Dors em um papel inesquecível. Lindíssima, pena que o tempo passa ...