quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

CLAUDIA CARDINALE























Claudia Cardinale nasceu em Túnis, no dia 15 de abril de 1938.
Nascida Claude Josephine Rose Cardinale de pais sicilianos na capital tunisina, iniciou no cinema após ganhar um concurso de beleza em 1957. Seu primeiro filme foi Goha em (1958), neste mesmo ano ela fez um pequeno papel no sucesso internacional "I soliti ignoti". No início, a sua carreira foi praticamente conduzida pelo produtor Franco Cristaldi. Nos anos 60 ela apareceu em muitos filmes italianos incluíndo: "O Leopardo", 1963, e "Rocco e seus irmãos", 1963, de Luchino Visconti, "8½" de Federico Fellini e no épico de Sergio Leone "Era uma vez no oeste", 1968.
A sua carreira no circuito estadunidense de cinema não progrediu devido a sua falta de interesse em deixar a Europa. Os seus filmes em Hollywood incluem "Circus World" (1964), "A Pantera Cor-de-rosa" (1964) e "The Hell With Heroes" (1968).
Pode-se dizer que ela atuou em mais filmes de qualidade que os seus contemporâneos. Algumas das suas atuações consideradas memoráveis são: em Vagas Estrelas da Ursa Maior, de Visconti, onde interpreta uma sobrevivente do Holocausto que desenvolve uma relação incestuosa com o irmão. Em La Storia, de Luigi Comencini, com a sua interpretação de uma viúva durante a segunda guerra mundial. Além desses filmes, podemos citar também La ragazza con la valigia de Valerio Zurlini e Libera de Mauro Bolognini.
Ela permanece ativa no cinema europeu, seus últimos filmes incluem Qui comincia l'avventura (1975), Fitzcarraldo (1982), La Storia (1985) e Un homme amoureux (1987).
Claudia Cardinale é uma liberal com fortes convicções políticas. Ela é uma esquerdista envolvida em questões das mulheres e dos homossexuais. Ela também cita o orgulho da sua herança árabe e se envolve em inúmeras causas humanitárias.
Ela escreveu uma autobiografia chamada Moi Claudia, Toi Claudia.

Filmografia
I soliti ignoti (1958)
Vento del sud (1959)
Tre straniere a Roma (1959)
Un maledetto imbroglio (1959)
Il magistrato (1959)
Su e giù per la scala (1960)
Audace colpo dei soliti ignoti (1960)
I delfini (1960)
Il bell'Antonio (1960)
Napoleone ad Austerlitz (1960)
Rocco e seus irmãos, 1960)
La viaccia (1961)
La ragazza con la valigia (1961)
Cartouche (1961)
Senilità (1962)
La ragazza di Bube (1963)
8½ (1963)
O Leopardo, (1963)
A Pantera Cor-de-rosa (1963)
Gli indifferenti (1964)
Il circo e la sua grande avventura (1964)
Il magnifico cornuto (1964)
Una rosa per tutti (1965)
Vaghe stelle dell'Orsa... (1965)
Le fate (1966)
L'affare Blindfold (1966)
I professionisti (1966)
Né onore né gloria (1966)
Piano piano, non t'agitare (1967)
Ruba al prossimo tuo ... (1968)
I contrabbandieri del cielo (1968)
Once Upon a Time in the West ou C'era una volta il West (Era uma vez no oeste, 1968)
Il giorno della civetta (1968)
Nell'anno del Signore (1969)
La tenda rossa (1969)
Certo certissimo ... anzi probabile (1969)
Le avventure di Gérard (1970)
Fuori il amlloppo (1970)
Bello onesto emigrato in Australia sposerebbe compaesana illibata (1971)
L'udienza (1971)
Le pistolere (1971)
Il clan dei marsigliesi (1972)
Il giorno del furore (1973)
I guappi (1974)
Gruppo di famiglia in un interno (1974)
Libera, amore mio (1975)
Qui comincia l'avventura (1975)
A mezzanotte va la ronda del piacere (1975)
Il comune senso del pudore (1976)
Goodbye & Amen - L'uomo della CIA (1977)
Il prefetto di ferro (1977)
Gesù di Nazareth (1977)
Corleone (filme) (1978)
L'arma (1978)
Amici e nemici (1979)
Si salvi chi vuole (1980)
Il regalo (1981)
Fitzcarraldo (1981)
La pelle (1981)
Una cascata d'oro (1983)
Claretta (1984)
Enrico IV (2) (1984)
La donna delle meraviglie (1985)
Un uomo innamorato (1986)
Blu elettrico (1988)
Atto di dolore (1990)
Il figlio della pantera rosa (1993)
Nostromo (1996)
Li chiamarono briganti! (1999)
Luchino Visconti (1999)
And now ... ladies and gentlemen (2002)

3 comentários:

Roderick Verden disse...

Nunca vou me cansar de dizer que Claudia Cardinale é uma das mais belas atrizes do mundo, que, no auge da juventude, era tão bela que nem parecia real! Bonita, gostosa, dona de estonteantes seios, tem os pés bonitos também, eu acho(o nosso amigo Marcos igualmente acha-hehe). Claudia é bem simpática, também. E pensar que um ator brasileiro(não me lembro o nome) que atuou em alguns bang bangs italianos a criticou, chamando-a de empregadinha. Ao mesmo tempo teceu loas a Sophia Loren e principalmente Gina Lollobrigida. Se não me engano, em seu livro auto-biográfico, Claudia desconfia da sexualidade de Burt Lancaster, que contracenou com ela em "O Leopardo".

Helder Franco disse...

Belíssima actriz

Marcela Queiroz disse...

http://atrizes-classicas.blogspot.com.br/
ola sigam meu blog t